EQUIPAMENTO PODERÁ ABRIGAR EMENDAS DIRETAS OU DERIVADAS, PERMITINDO A FUSÃO ACOMODADA DE ATÉ 12 CABOS.

A Fibracem acaba de lançar uma nova caixa terminal óptica, desenvolvida especialmente para proteger as emendas, ou seja, a união entre pares de fibra óptica, e fazer a distribuição ou a terminação de cabos ópticos utilizados em redes aéreas ou subterrâneas. Chamado de CTO MINI SVM, o equipamento permite, ainda, que a junção também ocorra por meio de conectores e adaptadores.

A caixa poderá abrigar emendas diretas ou derivadas, permitindo a fusão acomodada de até 12 cabos ópticos. “Este lançamento tem uma configuração unidirecional com uma entrada oval que permite o fechamento mecânico de cabos de 5 a 12mm e também instalação de cabos drop compacto FTTH”, esclarece a diretora de marketing da Fibracem, Carina Bitencourt.

Homologada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e aprovada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), a caixa chega ao mercado com o índice de proteção elevado, com grau de IP 68.

O CTO MINI pode ser configurado para aplicação de emendas diretas, ponto-multiponto (FTTH) e cabos derivados. Entretanto, de acordo com Carina, o cliente definirá a configuração da sua CTO no momento da compra. O modelo que será adquirido dependerá da aplicação do produto. (Com assessoria de imprensa)

Fonte:PontoIsp

Posts Anteriores